Blog

O que é internet via fibra óptica?


Assim como a demanda por internet aumenta com a expansão das novas tecnologias (streaming, computação, armazenamento, jogos, comunicação etc), o acesso à banda larga no Brasil segue crescendo ano após ano. Segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), já são 30,7 milhões de contratos de banda larga fixa ativos no país, com um aumento médio de 8,5% ao ano. Apesar de grande parte das transmissões utilizarem a estrutura da telefonia fixa (xDSL), tecnologias como a internet via fibra óptica vem ganhando força: é a que mais registrou novos usuários, chegando a 4,96 milhões de contratos.

Mas o que a internet via fibra óptica tem de diferente em relação às opções de conexão mais populares? Quais são os pontos positivos e por que a tecnologia ainda não é acessível a todos? Confira neste artigo.

Entendendo o conceito: como funciona a internet via fibra óptica?

Para começar, vamos falar mais sobre o conceito de fibra óptica: é um meio de transmissão que permite o tráfego de dados com altíssima velocidade – próxima à da luz. Os cabos são compostos por feixes de vidro, tão finos quanto um fio de cabelo humano, revestidos de plástico reflexivo e isolante. Com o auxílio de conversores integrados aos transmissores, todo o sinal de dados é transformado em luz, que será transmitida por meio de reflexões ao longo de todo o cabo, sem nenhuma interferência. Por isso, a grande rapidez e qualidade.

A velocidade de transmissão de dados por fibra óptica pode ser até um milhão de vezes maior que o cabo metálico ou coaxial. Essa tecnologia permite carregar a informação digital ao longo de grandes distâncias. São transportados, em média, de 109 a 1010 bits por segundo, o que dá uma velocidade de cerca de 40 Gbps. Tudo isso torna a fibra uma das tecnologias de transmissão mais modernas do mundo.

Vantagens

Pela velocidade, volume e qualidade na transmissão, a fibra óptica é uma tecnologia que oferece alta performance a conexões de internet, levando o que há de mais avançado para o consumidor.

Em relação à velocidade, enquanto os tradicionais cabos de cobre das conexões DSL, ADSL ou de cabo de TV têm velocidade de transferência entre 750 Kbps e 24 Mbps, a internet via fibra óptica pode chegar a até 10 Gbps – isso representa um padrão de downloads de 1,25 Mbps. Assim, com a fibra de 100 Mb/s, por exemplo, você pode baixar um filme HD de 5 Gb em seis minutos ou, com 700 Mb/s, levar apenas um minuto para baixar 120 músicas.

Outro ponto importante da tecnologia é a capacidade de transportar muito mais informações com menos cabos: com a espessura de um fio de cabelo, a fibra óptica pode transmitir 2,5 milhões ou mais de chamadas telefônicas ao mesmo tempo; já se fosse utilizado um cabo de cobre, ele teria um diâmetro de quase 6 metros para dar conta desse mesmo volume de dados.

Há ainda outras vantagens: área de cobertura maior e resistência. O vidro utilizado nos feixes é menos propenso a interferências eletromagnéticas, o que evita oscilações e preserva a qualidade do sinal, mesmo em grandes distâncias. A degradação na fibra óptica depende do seu conversor ou módulo utilizado, podendo ser desde 500 metros até 200 Km, os comuns são de 20 Km, enquanto no cobre a perda é perceptível a partir dos 100 metros. E sobre a resistência do material, o desgaste do cobre é maior, em função da oxidação e dos efeitos da mudança de temperatura do material.

Desafios da tecnologia

A internet via fibra óptica é uma ótima opção para quem quer mais velocidade e qualidade do sinal. A tecnologia vem crescendo a cada ano e já podemos encontrar planos de provedores no mesmo valor da internet cabeada.

No entanto, esta tecnologia ainda tem desafios para poder atender mais pessoas aqui no Brasil. Para contar com este tipo de sinal, em algumas cidades ainda é preciso um maior investimento e não são todas as localidades que contam com disponibilidade para internet via fibra óptica. Geralmente apenas as grandes cidades e suas regiões mais urbanas é que contam com a tecnologia, pois, por enquanto, representa um alto investimento para os provedores que oferecem o serviço.

Porém, se sua região tiver acesso e você puder investir em internet via fibra óptica, logo vai perceber a enorme diferença em navegar na velocidade da luz. A sensação é de trocar uma bicicleta por um foguete!

Fonte: Blog Intelbras


Para tirar dúvidas e obter mais informações sobre os nossos produtos, entre em contato conosco.