Blog

Saiba como funciona e onde usar a luz de emergência

A luz de emergência é um produto já bastante conhecido pelo público.


luz de emergencia


O equipamento pode ser facilmente visto em vários ambientes comerciais e residenciais que não querem ‘ficar no escuro’ em caso de interrupção do fornecimento de energia.

Academias, shoppings, cinemas, escolas, escadarias internas e ambientes compartilhados de condomínios ou prédios de escritórios são alguns destes lugares que se valem dos benefícios da luz de emergência – inclusive seu uso é obrigatório segundo várias leis estaduais, seguindo as normas da ABNT e sendo aprovadas pelo Corpo de Bombeiros. Mas ela também pode ser utilizada em residências. Um exemplo é colocá-la em corredores, escadas, no quarto das crianças ou de idosos, na cabeceira da cama (como luz de leitura), na dispensa ou adega, e em áreas externas como piscinas ou jardins.

Ao longo do texto, vamos falar mais sobre o funcionamento deste tipo equipamento e as formas de uso, com destaque para os modelos residenciais. Confira!

Como funciona a luz de emergência

Sua função principal é iluminar ambientes quando houver queda de energia, além de indicar alguns alertas como saídas ou escadas em locais com maior circulação de pessoas, evitando acidentes.

O equipamento é composto por uma bateria interna recarregável e pode ter lâmpadas fluorescentes ou de LED (a mais indicada por ser mais durável e econômica). Para funcionar, a luminária fica conectada na tomada, sendo carregada, e em caso de interrupção de energia, ela automaticamente acende.

Em residências, a luz de emergência pode ser facilmente instalada (modelos autônomos) e dura em média seis horas, dependendo da opção de lâmpada escolhida e outros ajustes determinados pelo usuário. Um destes ajustes é o nível de iluminação, que pode ser mínimo e máximo. Assim, a carga vai ser mais ou menos consumida dependendo da seleção de nível realizada.

Para fazer o carregamento da bateria, coloque no modo “desligado” e aguarde de 24 a 48 horas. Esse tempo varia de acordo com a voltagem do aparelho – cheque essa informação nas especificações do produto. Alguns aparelhos modernos facilitam esse processo indicando quando o equipamento carregou completamente, evitando o desgaste prematuro, e também têm proteção contra oscilações da rede, o que reduz o risco de queima da luminária.

Uma dica na hora de instalar é posicionar o equipamento em um lugar alto, deixando-o bem fixado. Assim, evita-se que caia no chão, que as pessoas esbarrem e também que alguém mexa na chave seletora do nível de iluminação.

Luz de emergência como luminária portátil

Até agora, falamos bastante sobre como a luz de emergência pode ser instalada e usada em ambientes residenciais, mas deixando-a fixada nos locais. Porém, este equipamento também é bastante útil quando é preciso contar com uma luminária portátil.

Depois de completamente carregada, a luz de emergência pode ser levada para onde não há fornecimento de energia: acampamentos, pescarias, casas de praia ou de campo mais afastadas. Você vai poder iluminar ambientes e realizar atividades como cozinhar, tomar banho, jogar cartas, ler ou realizar outras atividades com facilidade, por um longo tempo e sem precisar depender de velas.

Além disso, há modelos que possuem alça retrátil que possibilita a utilização do produto como uma lanterna. Ou seja, você pode fazer trilhas ou caminhadas em locais mais escuros com mais segurança.

Se tiver dúvidas sobre a luz de emergência ou quer conhecer os modelos da Intelbras, acesse nossa página de produtos, deixe um comentário ou entre em contato.


Fonte: http://blog.intelbras.com.br/saiba-como-funciona-e-onde-usar-a-luz-de-emergencia/


Para tirar dúvidas e obter mais informações sobre os nossos produtos, entre em contato conosco.